Filha de Santa Clara

agosto 19, 2017


A vocação religiosa, além de se abrir às diversas formas de vida, como o apostolado, a contemplação, e a missão, e às especificidades de cada uma delas, comporta também um caráter muito especial, que é a identificação com um carisma específico, uma forma de vida e de espiritualidade dada por Deus a um fundador, e transmitida, como herança, a seus filhos. Se trata de viver um aspecto da vida de Cristo, de refletir a bela e sólida verdade de que somos, embora distintos, membros do único Corpo de Cristo (cf. I Cor, 12).

“Que sorte a nossa, tão cara, ser filha de Santa Clara!”

O meu chamado à Vida Religiosa foi por volta do ano de 1991, quando eu tinha 11 anos. Eu me sentia atraída a Jesus com grande fervor de espírito e grande piedade. Só aos 13 anos eu decidi de verdade ser freira. Comecei a frequentar mais a Igreja, e entrei no grupo franciscano (Jufra). Foi lá que conheci São Francisco e Santa Clara; entrei na Pia união das filhas de Maria e na catequese.

Por este tempo, em 1997, comecei a participar dos encontros vocacionais com as Irmãs Franciscanas do Bom Conselho, na minha cidade de Ceará-Mirim, RN, e então comecei a perceber que não me identificava com aquele modo de vida das irmãs. Comecei a rezar e pedir que Deus me mostrasse para onde devia ir, visto que não conhecia outras irmãs senão estas da minha cidade.

Então resolvi procurar alguém, uma amiga, e falei para ela do meu problema; então ela me falou das Irmãs Clarissas de Caicó, RN. Resolvi escrever para este mosteiro. Então, no início do ano de 1998, fui conhecer as Irmãs Clarissas de Caicó. Logo me encantei com o modo de elas viverem, e com sua alegria. No silêncio do meu coração eu dizia: aqui é meu lugar. Esperei concluir o ensino médio e, no ano seguinte, no ano jubilar de 2000, no dia 09 de janeiro, dia do Batismo do Senhor, às 11h da manhã, estava ingressando no Mosteiro Nossa Senhora de Guadalupe, em Caicó, RN. 


Ali vivi por 9 anos, isto é até o Fr. Gilson, OFMConv. e o Sr. Arcebispo de Cascavel nos convidarem para fundar um novo mosteiro em Cascavel, PR. Viemos no ano de 2009. Estou feliz por fazer parte desta fundação. Há 17 anos e 7 meses que sou religiosa de vida monástica. Sinto-me realizada em minha vocação, e feliz por servir à Santa Mãe Igreja, como irmã contemplativa.

Em louvor de Cristo.
Irmã Maria da Conceição Imaculada, OSC

veja também

0 comentários

Visite-nos

Mosteiro da Divina Misericórdia
Estrada Vicinal João Lopes da Silva
Km 6, Baliza
Lucélia-SP

Contato

Mosteiro da Divina Misericórdia
Caixa Postal 25
CEP 17780-000
Lucélia-SP
Telefone: (18) 99723-1993

Vocacional

Ir. Gabriel, FGMC
vocacionalmisericordia@hotmail.com
(14) 99800-1328