Chamado ao sacerdócio pela misericórdia de Deus

agosto 03, 2017


Sou Padre Estêvão Maria da Divina Misericórdia, FGMC. 
Partilho com vocês, neste mês vocacional, a alegria de ser Sacerdote. 

Nasci de uma família católica, fui batizado, crismado, fiz a primeira comunhão.  Até os meus 25 anos de idade não participava de missas e não era próximo da vivência comunitária da Igreja. Acreditava em Deus, do meu jeito. Sabia que Jesus tinha morrido na Cruz e que nascera de Maria, a quem eu chamava de Nossa Senhora. Em um momento muito difícil em que me encontrava, morando longe da família, na cidade de Marília, SP, fiz de fato um encontro com a pessoa de Jesus Cristo. Isto aconteceu no final do ano de 1991, quando participava de um encontro de oração da Renovação Carismática. A partir daí, posso dizer que minha vida mudou. Fiz uma longa confissão, comecei a participar do grupo de Jovens da Paróquia Santo Antônio, em Marília, e a frequentar as missas, quase que diariamente. A profunda experiência com Jesus me deu a graça de perdoar meu pai, pois nosso relacionamento foi muito ferido por causa de seu vício com a bebida e o sofrimento que gerava em nossa família. Fui me envolvendo com a Igreja e minha vida tomou um novo rumo. A vivência da fé transformou minha vida, trouxe uma vida nova marcada pelo amor de Jesus. 

Nos três primeiros anos de participação da vivencia de fé fiz uma experiência nova, um namoro santo, chegando ao noivado. Num determinado momento, percebi que o amor à Igreja me envolvia de forma plena;  cheguei a conclusão que não seria possível  expressar meu amor por Jesus somente formando uma família. De comum acordo com minha noiva fiz um caminho vocacional. Neste caminho de inquietações, me encontrei certa vez com um mendigo que me questionou a respeito do porquê de não me tornar um sacerdote. Ele não conhecia minha história e me motivou a ser um padre. Reconheci neste encontro a voz do próprio Jesus que me chamava. A partir daí decidi dar os passos concretos para o ingresso no seminário. Fui acolhido pela Congregação de Jesus Sacerdote, no dia 08 de setembro de 1995. Naquele dia, ao entrar no Seminário fui direto à Capela, prostrei-me diante de Jesus Sacramentado e me ofereci para sempre ao seu serviço. Pedi a Ele que me desse forças para que jamais voltasse atrás. Naquele momento senti que Ele acolheu minha oferta. Uma alegria inundou minha alma. 

Muitas foram as dificuldades e lutas para corresponder dia-a-dia  ao chamado, no período de formação; desafios esses que implicam assumir na plenitude uma vida espiritual, que é o que todo Sacerdote deve buscar para se tornar homem somente de Deus.

Fui ordenado no dia 04 de janeiro de 2003 na Paróquia São Pedro Apóstolo, na cidade de Garça, SP, por Dom Osvaldo Giuntini, então bispo da diocese de Marília. Posso dizer com clareza, que até este momento nunca me arrependi. Digo ainda que sou chamado ao sacerdócio por misericórdia de Deus, misericórdia essa manifestada para comigo e para com as pessoas a quem ministro os Sacramentos.  Ele, conhecedor de minhas misérias, quis me tornar para o mundo ícone da sua misericórdia.

Com confiança ofereço-me e rezo todos os dias, ao chegar pela manhã diante do Santíssimo Sacramento: “Eis que venho, ó Deus, para fazer a vossa vontade” - lema que escolhi para minha ordenação Sacerdotal. Para mim, o ato mais sublime que posso realizar como Sacerdote, é celebrar o Santo Sacrifício, ou seja, trazer ao mundo o Alimento dos fracos, o Pão do céu para todos os crentes. 
Em janeiro de 2018 terei a alegria de celebrar 15 anos de Sacerdócio. Louvo e agradeço ao Bom Deus por esta tão sublime vocação confiada a mim. 

Rezem por mim, para que eu corresponda ao tamanho amor e misericórdia que Deus me oferece. 

veja também

0 comentários

Visite-nos

Mosteiro da Divina Misericórdia
Estrada Vicinal João Lopes da Silva
Km 6, Baliza
Lucélia-SP

Contato

Mosteiro da Divina Misericórdia
Caixa Postal 25
CEP 17780-000
Lucélia-SP
Telefone: (18) 99723-1993

Vocacional

Ir. Gabriel, FGMC
vocacionalmisericordia@hotmail.com
(14) 99800-1328