Leitura Orante – Lectio Divina

julho 25, 2017

Ir. Gabriel Maria Mãe Misericórdia, FGMC
Mosteiro da Divina Misericórdia

Preparação 
* Localize em sua Bíblia a passagem sobre a cura de um leproso (Marcos 1,40-45).
* Procure um lugar tranquilo e solitário que favoreça o recolhimento e a escuta.
* Coloque-se em uma postura confortável, acalme-se, respire fundo.
* Peça a presença do Espírito Santo para iluminá-lo e lhe dar a graça de um coração sensível, capaz de ouvir a voz de Deus.

Passos para a Leitura Orante

1. Leitura (Lectio
Leia calmamente a passagem, sem pressa de prosseguir nos versículos. Não é necessario ler até o fim da passagem. Assim que se sentir tocado por alguma palavra ou frase, é momento de parar. 

2. Ruminação (Ruminatio)
Releia, se necessário, ou fixe a atenção na palavra ou cena que mais o tocou, coloque-se no lugar do personagem, imagine-se nessa cena. 
– Neste diálogo do leproso e Jesus, o que atraiu a minha atenção?
– “Se queres, tens o poder de purificar-me”, preciso de alguma purificação? Jesus teve compaixão do excluído, e ainda hoje continuar indo ao encontro de cada ser humano.
– Quais as minhas lepras e minhas feridas intocáveis? Tenho me afastado do convívio social e das fontes que alimentam e purificam a fé em mim? 
– Preciso oferecer o perdão a alguém? Jesus, ao me curar também me dá o poder de oferecer cura aos outros, perdoando. 
– Qual a mensagem de Deus para mim?

3.Oração (Oratio
No passo anterior, Deus falou conosco pela Palavra; neste somos nós que falamos a Ele sobre tudo aquilo que em nós despertou sentimentos e desejo de mudança. Seja sincero e confiante, faça sua oração manifestando a Deus os seus pedidos e agradecimentos. 
– Você deseja ser purificado, curado, liberto e reinserido? Se sim, manifeste esse desejo a Jesus e O ouça: “Eu quero, sê purificado”...

4.Contemplação (Contemplatio)
Neste momento, permaneça com a presença amorosa e misericordiosa de Jesus, sem nada pedir ou agradecer, simplesmente sinta-se fortalecido por Ele, contemplando Sua face misericordiosa.

“Todas as vezes que começo esta meditação nunca a termino, porque o meu espírito mergulha Nele inteiramente. Que delícia amar com toda a força de alma e ser reciprocamente ainda mais amada, sentir tudo isso e vivê-lo com toda a consciência do próprio ser! — Não há palavras para expressá-lo” (Diário, 1523).

“Um leproso foi até ele, implorando-lhe de joelhos: ‘Se queres, tens o poder de purificar-me’. Irado, estendeu a mão, tocou-o e disse-lhe: ‘Eu quero sê purificado’. E logo a lepra o deixou. E ficou purificado. Advertindo-o severamente, despediu-o logo, dizendo-lhe: ‘Não digas nada a ninguém; mas vai mostrar-te ao sacerdote e oferece por tua purificação o que Moisés prescreveu, para que lhes sirva de prova’. Ele, porém, assim que partiu, começou a proclamar ainda mais e a divulgar a notícia, de modo que Jesus já não podia entrar publicamente numa cidade: permanecia fora, em lugares desertos. E de toda parte vinham procurá-lo”. (Marcos 1,40-45)

veja também

0 comentários

Visite-nos

Mosteiro da Divina Misericórdia
Estrada Vicinal João Lopes da Silva
Km 6, Baliza
Lucélia-SP

Contato

Mosteiro da Divina Misericórdia
Caixa Postal 25
CEP 17780-000
Lucélia-SP
Telefone: (18) 99723-1993

Vocacional

Ir. Gabriel, FGMC
vocacionalmisericordia@hotmail.com
(14) 99800-1328