Cremos na Providência Divina?

novembro 01, 2015

Palavra do Superior – Mês de Novembro de 2015 – ANO DA VIDA CONSAGRADA


Quando falamos de providência Divina, falamos de algo relacionado a fé. É interessante aprofundar este termo que usamos no dia-a-dia em nossas orações e em nossas colocações, seja no anúncio da Palavra de Deus, seja na partilha de nossa crença. Partilho neste artigo, tema que aprofundei para falar numa manhã de espiritualidade sobre a Providência Divina.
De inicio procurei saber o significado da palavra providência, tal palavra vem do latim “providentia”. No dicionário Aurélio encontramos: “1. A suprema sabedoria com que Deus conduz todas as coisas. 2. O próprio Deus. 3. Disposições e medidas para alcançar um fim. 4. Acontecimento feliz.” Após analisar estes termos recorri também à Palavra de Deus, que no livro do Gênesis, capítulo 22, relata a experiência de Abraão que foi chamado a sacrificar seu filho primogênito, Isaac, como prova de amor supremo ao seu Deus. Abraão na atitude de fé, estando a sacrificar o seu filho, experimentou o Deus que tudo provê. Deus providenciou no momento crucial do sacrifício um cordeiro para substituir seu filho Isaac. Assim compreendemos, que Deus sempre provê para “acontecimento feliz”, porque é o Deus da vida e não da morte. Lemos também no Evangelho que Deus enviou seu Filho único, Jesus Cristo como Cordeiro: “Eis o cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo” (Cf. Jo. 1,29). Sendo assim, no primeiro exemplo vimos que Deus enviou um cordeiro para Salvar a vida de Isaac, mais se notarmos no segundo exemplo veremos que Deus providenciou seu Filho Jesus a “Suprema Providência”  para nos livrar da morte, assumindo o nosso lugar. Conclui-se que,  a providência “é o próprio Deus”.
Diante das necessidades que temos é natural recorrermos a Deus em nossas orações e pedirmos que Ele providencie o que precisamos. Ora pedimos saúde, ora emprego, ora cura de nossos males e tantas outras coisas. Faz bem, pois temos que confiar que Deus é nosso Pai que olha para nós, se preocupa com cada um de nós de forma particular. Mais precisamos crescer e olhar para a providência Divina que já aconteceu quando Deus Criador criou tudo, criando-nos também para participarmos e colaborarmos com sua obra sendo providência.
Ao descobrir que a “Providência Divina” é um acontecimento feliz, constataremos que o contrario da Providência é o acidente, porque um acidente por menor que seja não traz felicidade, mesmo que seja um simples copo que se quebra, nos causa no mínimo uma tristeza. É muito bom quando descobrimos que cada pessoa que passa pela nossa vida é providência Divina. Ninguém passa por nós sem deixar algo de bom, por pior que seja a experiência, esta nos ajuda a sermos melhores.
Como cristãos devemos confiar que a  providência Divina é “Deus que conduz todas as coisas” pois Ele disse através de seu Filho Jesus “não vos preocupeis com que vestir, com que comer, com que beber: A vida não é  mais que o alimento; o corpo não é mais que a roupa?” (Cf Mt. 5,25).  De fato se crermos que Deus é nosso Pai, que Jesus é o nosso “Cordeiro” nunca faltará o necessário para vivermos, nunca faltará uma porta aberta para nosso caminho, nunca faltará pessoas boas para nos ajudar a carregar a nossa cruz.
Pe. Estêvão Maria da Divina Misericórdia, FGMC

Superior do Mosteiro da Divina Misericórdia

veja também

0 comentários

Visite-nos

Mosteiro da Divina Misericórdia
Estrada Vicinal João Lopes da Silva
Km 6, Baliza
Lucélia-SP

Contato

Mosteiro da Divina Misericórdia
Caixa Postal 25
CEP 17780-000
Lucélia-SP
Telefone: (18) 99723-1993

Vocacional

Ir. Gabriel, FGMC
vocacionalmisericordia@hotmail.com
(14) 99800-1328