Uma Consagração que se renova!

julho 12, 2015


Com sentimentos de gratidão, louvo a Deus por ter olhado com misericórdia para mim e me ter escolhido para habitar nos átrios de Sua casa. Agradeço a todos aqueles que fizeram parte da minha formação e ainda o farão. Foram etapas muito importantes: aspirantado, postulantado, noviciado e profissão religiosa. Neste último dia 11 de julho, dia de São Bento, abade, pude renovar pela primeira vez meus votos religiosos de Castidade, Pobreza, Obediência e Estabilidade. Assim, seguindo radicalmente mais de perto a Cristo e fazendo a sua vontade, me realizo. Agradeço também minha família biológica, religiosa, benfeitores e amigos por acreditarem, apoiarem, investirem e rezarem por minha vocação.
Neste ano dedicado a vida Consagrada, nós religiosos, somos chamados a testemunhar com nossa vida, onde quer que vivamos, ou seja, na sociedade, em um convento ou no claustro de um mosteiro a verdadeira alegria, que brota do encontro pessoal com Cristo, através de Sua Palavra e da Eucaristia. Recordemo-nos da exortação do Papa Francisco na Carta Apostólica para a proclamação do Ano da Vida Consagrada: “É a vossa vida que deve falar, uma vida da qual transparece a alegria e a beleza de viver o Evangelho e seguir a Cristo.”
Alegro-me por poder oferecer minha juventude como bálsamo agradável ao Senhor; consagrar-me consiste em tornar-me um ‘con’ o ‘sagrado’. Tornar-me um com Ele, com sentimento de pertença, e assim suas dores e alegrias tornar-se-ão minhas. A partir delas trabalhar para que as realidades de sofrimentos se transformem em vida. Alguém poderia me perguntar: Enquanto monge, qual é a sua contribuição nesse processo de transformação? Minha resposta é: Meu trabalho é interceder, implorar a misericórdia do Senhor pela humanidade e seus sofrimentos, ser ‘soldado em ordem de batalha e pela oração atingir os países mais selvagens’, como diz nossa regra.
Nessa  caminhada, Maria, a Virgem da escuta e da Contemplação, me tem acompanhado e ajudado a responder com generosidade aos planos de Deus, dizendo como ela meu “Fiat”, “Faça se em mim segundo a Tua Palavra.”
Por fim, dirijo-me a você jovem! Se você sente que Deus te chama a doar-se inteiramente a Ele na vida Consagrada  Religiosa; não tenha medo! É promessa de Jesus que “todo aquele que deixa casa, irmãos, irmãs, mãe, pai, filhos e campos, por causa de mim e do evangelho, recebe cem vezes mais agora, durante esta vida – casas, irmãos, irmãs, mães, filhos e campos, com perseguições –, e no mundo futuro, vida eterna.” Não vale a ‘pena’, vale a vida!


Ir. Gabriel, FGMC

veja também

0 comentários

Visite-nos

Mosteiro da Divina Misericórdia
Estrada Vicinal João Lopes da Silva
Km 6, Baliza
Lucélia-SP

Contato

Mosteiro da Divina Misericórdia
Caixa Postal 25
CEP 17780-000
Lucélia-SP
Telefone: (18) 99723-1993

Vocacional

Ir. Gabriel, FGMC
vocacionalmisericordia@hotmail.com
(14) 99800-1328